Títulos Públicos

Tesouro Direto


O que é o Tesouro Direto?

Logo Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa que possibilita a negociação, através da internet, de títulos públicos por pessoas físicas. Todas as pessoas físicas cadastradas no Tesouro Direto possuem uma instituição financeira intermediadora, como a XP, que são responsáveis por intermediar os ativos assim como solucionar as dúvidas dos clientes.

O Tesouro Direto oferece títulos com diferentes tipos de rentabilidade, prazos de vencimento e fluxos de remuneração, contribuindo com a diversificação das alternativas de investimento. Com tantas opções, fica fácil achar um título que satisfaça sua necessidade e também seja muito seguro. Isso porque ao investir no Tesouro Direto, você investe em títulos públicos que são 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.

O que são Títulos Públicos?

São títulos emitidos pelo Governo, por meio do Tesouro Nacional, com a finalidade de captar recursos para o financiamento da atividade pública. Em função disso, são vistos pelo mercado como de baixo risco.

Todos os títulos públicos são ativos de renda fixa, ou seja, o investidor conhece as condições de remuneração no momento da compra do papel, e caso fiquem com o título até o vencimento, a remuneração final será exatamente a contratada na aplicação.

A relação entre taxa de juros e preço unitário é inversamente proporcional. Quando a taxa de juros cai, o preço sobe. Quando a taxa de juros sobe, o preço cai. E essa variação será tanto maior quanto maior for o prazo remanescente do título.

Vantagens

  • Segurança: 100% garantidos pelo Tesouro Nacional.
  • Liquidez: Liquidez diária pela plataforma da XP
  • Baixo custo: Baixo custo e baixo valor mínimo exigido de aplicação.
  • Diversidade: Opções de investimentos pré ou pós fixados, além de opção para proteção quanto à inflação.

Conheça abaixo as opções de Títulos Públicos Federais disponíveis no mercado:

Título PúblicoSiglaIndexador de RentabilidadeCaracterísticas
Tesouro SelicTesouro Selic (LFT)SELICJuros + principal no vencimento
Tesouro IPCA+ com Juros SemestraisTesouro IPCA + com Juros Semestrais (NTN-B)IPCA + JurosJuros semestrais e o principal no vencimento
Tesouro IPCA+Tesouro IPCA + (NTN-B PRINCIPAL)IPCA + JurosJuros + principal no vencimento
Tesouro Prefixado com Juros SemestraisTesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F)Juros predefinidosJuros semestrais e o principal no vencimento
Tesouro PrefixadoTesouro Prefixado (LTN)Juros predefinidosJuros + principal no vencimento

Características do Tesouro Direto

  • Títulos disponíveis: Tesouro Selic (LFT), Tesouro IPCA + com Juros Semestrais (NTN-B), Tesouro IPCA + (NTN-B Principal), Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F) e Tesouro Prefixado (LTN).
  • Horários para ordem: Qualquer horário, possuindo a opção de agendamento de diferentes ordens e suas periodicidades.
  • Liquidez:
    • Liquidação para ordens de aplicação realizadas entre 9h e 17h de D+0: D+1.
    • Liquidação para ordens de resgate realizadas entre 18h de D+0 e 5h de D+1: D+1.
    • “D” refere-se à dia útil.
  • Registro das operações: Os títulos ficam registrados no ambiente da BM&FBOVESPA, sob o CPF do investidor. As operações são realizadas na CBLC e o cliente pode consultar a sua posição no extrato BM&FBOVESPA e no Minha Conta na XP.
  • Outras exigências: A quantidade mínima de investimento é de 1% de um título ou R$ 30.
  • Custos: Clique aqui e acesse o item Renda Fixa – Compra via Tesouro Direto

Tributação

IR: Rendimentos e ganhos de capital produzidos por aplicações financeiras de pessoas físicas ou de pessoas jurídicas em títulos públicos são tributados às seguintes alíquotas:

Prazo de AplicaçãoAlíquota de IR
Até 180 dias22,5%
De 181 a 360 dias20%
De 361 a 720 dias17,5%
Acima de 720 dias15%

IOF: A alíquota incidente sobre os rendimentos produzidos por aplicações em títulos públicos com prazo inferior a 30 dias é de 1% ao dia. O limite tributável do rendimento é função do prazo de acordo com a tabela abaixo:

1 dia IOF 96%2 dia IOF 93%3 dia IOF 90%4 dia IOF 86%5 dia IOF 83%6 dia IOF 80%7 dia IOF 76%8 dia IOF 73%9 dia IOF 70%10 dia IOF 66%
11 dia IOF 63%12 dia IOF 60%13 dia IOF 56%14 dia IOF 53%15 dia IOF 50%16 dia IOF 46%17 dia IOF 43%18 dia IOF 40%19 dia IOF 36%20 dia IOF 33%
21 dia IOF 30%22 dia IOF 26%23 dia IOF 23%24 dia IOF 20%25 dia IOF 16%26 dia IOF 13%27 dia IOF 10%28 dia IOF 6%29 dia IOF 3%30 dia IOF 0%

Tesouro Selic (LFT)

São títulos pós fixados vinculados à taxa Selic. Mais indicados em momentos de ciclo de alta das taxas de juros e momentos em que a economia está se contraindo, geralmente após um longo período de alta dos índices de inflação

Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B)

São títulos indexados à inflação. Rendem juros mais a inflação medida pelo IPCA, inicador oficial do Governo Federal para medição da inflação. Os ganhos do investidor corresponderão aos juros que superarem o índice da inflação. Mais indicados em momentos de medidas expansionistas que irão aumentar o consumo e, consequentemente, forçar o aumento dos preços da economia como um todo. Também são indicados para períodos longos, para garantir ganho real da aplicação. A diferença entre os dois tipos de título é que a NTN-B para juros semestrais e o restante no vencimento, enquanto na NTN-B Principal o pagamento dos juros e do principal é realizado somente no investimento.

Tesouro IPCA + (NTN-B Principal)

São títulos indexados à inflação. Rendem juros mais a inflação medida pelo IPCA, indicador oficial do Governo Federal para medição da inflação. Os ganhos do investidor corresponderão aos juros que superarem o índice da inflação. Mais indicados em momentos de medidas expansionistas que irão aumentar o consumo e, consequentemente, forçar o aumento dos preços da economia como um todo. Também são indicados para períodos longos, para garantir ganho real da aplicação. A diferença entre os dois tipos de título é que a NTN-B paga juros semestrais e o restante no vencimento, enquanto na NTN-B Principal o pagamento dos juros e do principal é realizado somente no vencimento.

Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F)

São títulos prefixiados, ou seja, nada data de aplicação é conhecida a rentabilidade da operação, caso os ativos sejam mantidos até a data do vencimento. Mais indicados para momentos de fim do ciclo de alta, início ou manutenção de ciclo de baixa da taxa de juros básica da economia. A diferença entre os dois tipos de título é que a NTN-F paga juros semestrais, e o restante no vencimento, enquanto na LTN o pagamento dos juros e do principal é realizado somente no vencimento.

Tesouro Prefixado (LTN)

São títulos prefixados, ou seja, na data de aplicação é conhecida a rentabilidade da operação, caso os ativos sejam mantidos até a data do vencimento. Mais indicados para momentos de fim do ciclo de alta, início ou manutenção de ciclo de baixa da taxa de juros básica da economia. A diferença entre os dois tipos de título é que a NTN-F paga juros semestrais, e o restante no vencimento, enquanto na LTN o pagamento dos juros e do principal é realizado somente no vencimento.

IPCA

Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo.