Abra sua conta

Você está em: > Investimentos > Renda Fixa

Investir é
diferente de poupar

Descubra as opções de
investimento em Renda Fixa.

O que é e por que investir em Renda Fixa?

Conheça

É o investimento realizado diretamente em Títulos Públicos e Privados de Renda Fixa. Quando você compra um título de Renda Fixa, você está emprestando dinheiro ao emissor do papel, que pode ser um banco, uma empresa ou mesmo o Governo. Em troca, recebe uma remuneração por um determinado prazo, na forma de juros e/ou correção monetária, podendo receber, ainda, parcelas chamadas amortizações.

Características

  • Produtos com diferentes objetivos de retorno e risco;
  • Exposição a vários setores da economia, aumentando a diversificação do portfólio dos investidores;
  • Previsibilidade de rendimento (se os investimentos forem mantidos até o vencimento*);
 
  • Ativos que podem atender aos objetivos de liquidez, de renda ou apreciação de capital;
  • Opções de produtos com isenção de imposto de renda;
  • Determinados títulos contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Renda Fixa na XP

Invista com estratégia

Plataforma exclusiva de Renda Fixa

1. Avaliação do cenário macroeconômico

2. Variedade de ativos no mercado secundário

3. Vídeos explicativos e entrevistas com especialistas para você ficar sempre bem informado

4. Plataforma de Renda Fixa

A XP desenvolveu uma exclusiva Plataforma de Renda Fixa para você operar Títulos Públicos, CDBs, LCIs, CRIs, LCAs, CRAs e Debêntures de maneira diferenciada. Com ela, você vai poder se informar melhor a respeito dos produtos disponíveis, comprar e vender com autonomia, transparência e agilidade, além de administrar sua carteira com facilidade e segurança. Tudo isso sem sair da frente do seu computador.

5. Dezenas de opções cobertas pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC)

Diferentemente de um banco, que só distribui seus próprios produtos, na XP você tem acesso a mais de 50 opções de investimento de diferentes emissores cobertos pelo FGC (CDB, LC, LCI e LCA), que garante valores até R$250 mil, por CPF e por instituição financeira.

6. Carteira Protegida FGC

Na XP, o cliente que deseja investir mais de 250 mil em Renda Fixa tem acesso a uma carteira totalmente protegida pelo FGC. Isso garante muito mais segurança em seus investimentos. 

Quando você investe em Renda Fixa pela XP, suas operações são registradas em seu nome (CPF/CNPJ), na Cetip, agregando assim muito mais segurança e transparência ao processo. Por essas e outras, a XP é a 1ª instituição a ganhar o selo Cetip | Certifica.

A XP distribui inúmeros títulos de Renda Fixa que se diferenciam por prazos, indexadores, liquidez de mercado e risco de crédito. São mais de 30 emissores, centenas de títulos e uma plataforma própria, on-line e fácil para a negociação dos ativos. Tudo para facilitar você a atingir sua meta de rentabilidade de acordo com o seu perfil de investimento e objetivo de retorno.

A XP conta com mais de 30 emissores.

Tipos de investimento em Renda Fixa

  • CDB
  • Títulos Privados

    CDB - CERTIFICADO DE DEPÓSITO BANCÁRIO

     

    Instrumento de captação dos bancos, com objetivo de financiar suas atividades. Você empresta dinheiro aos bancos em troca de uma rentabilidade (juros).


    CDBs escalonados
     

    O CDB escalonado é um título cujo rendimento aumenta de acordo com o tempo em que o investidor permanece com o ativo. O escalonamento é definido previamente ao momento da compra do CDB, sabendo-se qual será a taxa de juros para cada janela de prazo.



    Características

    • Liquidez diária após o período de carência;
    • Ampla rede de bancos emissores;
    • Geralmente é indexado ao DI e emitido com prazo em torno de dois anos;
    • Aplicação garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para valores até R$ 250 mil*, por CPF ou CNPJ, por instituição ou conglomerado financeiro;
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).

    *cobertura engloba principal e juros.

  • Letra financeira
  • Títulos Privados

    LETRA FINANCEIRA

     

    Instrumento de captação de recursos exclusivo das instituições financeiras.



    Características

    • Prazo mínimo de 2 anos;
    • É vedado resgate total ou parcial antes do vencimento;
    • Investimento mínimo de R$300 mil;
    • Remuneração: taxas de juros prefixadas, combinadas ou não com taxas flutuantes ou índices de preço;
    • Liquidez restrita no mercado secundário;
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).
  • DPGE
  • Títulos Privados

    DPGE - DEPÓSITO A PRAZO COM GARANTIA ESPECIAL DO FGC

     

    É um título de Renda Fixa de depósito a prazo criado para auxiliar instituições financeiras ( ex.: bancos) a captar recursos.



    Características

    • Remuneração: taxa pré ou pós-fixadas;
    • 100% garantido pelo Fundo garantidor de Créditos (FGC) até o montante de R$20 milhões* por CPF ou CNPJ; por instituição ou conglomerado financeiro
    • Baixa liquidez;
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).

    *cobertura engloba principal e juros.

  • LCI
  • Títulos Privados

    LCI - LETRA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO

     

    Instrumento de captação que pode ser emitido por instituições autorizadas pelo Banco Central, com objetivo de financiar o setor imobiliário. Os créditos imobiliários são geralmente garantidos por hipoteca ou alienação fiduciária do imóvel.



    Características

    • Aplicações garantidas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para valores até R$ 250 mil¹, por CPF ou CNPJ, por instituição ou conglomerado financeiro;
    • Isenção de IR para pessoa física no rendimento; ganho de capital tributado de acordo com a tabela regressiva de alíquota de IR²;

    ¹cobertura engloba principal e juros.
    ²22,5% até 180 dias; 20% de 181-360 dias; 17,5% de 361-720 dias; 15% mais de 720 dias.

  • LCA
  • Títulos Privados

    LCA - LETRA DE CRÉDITO DO AGRONEGÓCIO

     

    Título emitido por instituições financeiras públicas e privadas, vinculado a direitos creditórios originários do agronegócio.



    Características

    • Aplicações garantidas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para valores até R$ 250 mil¹, por CPF ou CNPJ, por instituição ou conglomerado financeiro;
    • Isenção de IR e IOF para pessoa física no rendimento; ganho de capital tributado de acordo com a tabela regressiva de alíquota de IR²;

    ¹cobertura engloba principal e juros.
    ²22,5% até 180 dias; 20% de 181-360 dias; 17,5% de 361-720 dias; 15% mais de 720 dias.

  • Debêntures
  • Títulos Privados

    DEBÊNTURES

     

    Títulos de crédito emitidos por empresas de vários ramos, com o objetivo de financiar investimentos, “rolar” dívidas, fornecer capital de giro, entre outros.



    Características

    • Grande variedade de emissores;
    • Exposição a diferentes setores como o elétrico, consumo, telecomunicações e infraestrutura, ou seja, é mais diversificação para a sua carteira de investimentos;
    • São negociadas no balcão e registradas na Cetip ou no BovespaFix;
    • Possibilidade de compor de várias maneiras a rentabilidade da carteira (inflação, juros, prefixada);
    • Podem contar com a isenção de IR e IOF (para pessoa física) no rendimento e no ganho de capital, caso estejam enquadradas como debêntures de infraestrutura (Lei 12.431);
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).

     

     

    TRATA-SE DE UMA MODALIDADE DE INVESTIMENTO QUE NÃO CONTA COM A GARANTIA DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC

     

     

  • CRI
  • Títulos Privados

    CRI - CERTIFICADO DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS

     

    Título lastreado em ativos imobiliários de naturezas distintas, como CCI (Cédulas de Crédito Imobiliário), carteira de recebíveis, etc. Só pode ser emitido por companhias securitizadoras, responsáveis por estruturar os créditos imobiliários e transformá-los em CRIs.



    Características

    • Possibilidade de remuneração atrelada à inflação + ganho real (prêmio), vinculada ao DI ou prefixado;
    • Diversos tipos de CRIs, com exposição a diferentes estruturas;
    • São negociados no balcão e registrados na Cetip ou no BovespaFix;
    • Possibilidade de garantias, como recebíveis imobiliários e/ou alienação fiduciária do bem imobiliário;
    • Isenção de IR e IOF para pessoa física no rendimento; ganho de capital tributado de acordo com a tabela regressiva de alíquota de IR*;
    • Liquidez baixa;
    • Investimento de longo prazo;
    • Destinado a investidores qualificados;
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).

    * 22,5% até 180 dias; 20% de 181-360 dias; 17,5% de 361-720 dias; 15% mais de 720 dias.

  • CRA
  • Títulos Privados

    CRA - Certificado de Recebíveis do Agronegócio

     

    Os títulos do agronegócio têm como objetivo viabilizar o financiamento do setor com recursos privados.



    Características

    • Possibilidade de remuneração atrelada à inflação + ganho real (prêmio), vinculada ao DI ou prefixado;
    • Possibilidade de estruturas com garantias (como alienação da terra e penhor da produção);
    • São negociados no balcão e registrados na Cetip ou no BovespaFix;
    • Isenção de IR e IOF para pessoa física no rendimento; ganho de capital tributado de acordo com a tabela regressiva de alíquota de IR*;
    • Liquidez baixa;
    • Destinado exclusivamente a investidores qualificados;
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).

    * 22,5% até 180 dias; 20% de 181-360 dias; 17,5% de 361-720 dias; 15% mais de 720 dias.

  • FIDC
  • Títulos Privados

    FIDC - Fundo de Investimento em Direitos Creditórios

     

    Fundo de investimento que destina parcela preponderante de seu patrimônio líquido para aplicação em direitos e títulos representativos de créditos (“direitos creditórios”) provenientes de operações comerciais, industriais, imobiliárias, financeiras ou de prestação de serviços, entre outras.



    Características

    • Rentabilidade diferenciada quando comparado a ativos com classificação de risco semelhante;
    • Pode ser aberto (permitindo a entrada e saída de cotistas a qualquer tempo) ou fechado (a entrada de cotistas não é permitida após o período de captação, e a saída não é permitida antes do vencimento);
    • Pode ter prazo de duração determinado (fundo fechado) ou indeterminado (fundo aberto);
    • Estrutura com cotas seniores e subordinadas: cotas subordinadas só são remuneradas após as cotas seniores terem sido totalmente pagas. Caso ocorra algum evento que afete negativamente a rentabilidade do fundo, somente após a liquidação da classe de cotas subordinadas (decorrente das perdas) será possível alocar perdas adicionais às cotas seniores;
    • Negociável no mercado secundário, pouca liquidez. O valor a ser obtido dependerá das condições do mercado no momento da venda;
    • Destinado exclusivamente a investidores qualificados;
    • Investimento mínimo inicial de R$ 25 mil;
  • Títulos Públicos Federais
  • Títulos Públicos

    Títulos Públicos Federais

     

    São títulos emitidos pelo Governo, por meio do Tesouro Nacional, com a finalidade de captar recursos para o financiamento da atividade pública. Em função disso, são vistos pelo mercado como de baixo risco.



    Preços dos Títulos Públicos
     

    O preço unitário, valor pelo qual são negociados os Títulos Públicos, é uma estimativa do valor a ser recebido no futuro, corrigido por uma taxa de juros determinada, que é a remuneração de quem investe.

     

    A relação entre a taxa de juros e o preço é inversamente proporcional. Quando a taxa de juros cai, o preço sobe. Quando a taxa de juros sobe, o preço cai. E essa variação será tanto maior quanto maior for o prazo remanescente do título. A única exceção é a LFT, que dia a dia, é corrigida pela taxa Selic.



    Características

     

    • Remuneração pré ou pós-fixada;
    • Liquidez diária* pelo Tesouro Direto e cotação diária pela Mesa de Operações da XP, tanto para venda quanto para compra;
    • Investimentos com diferentes prazos e objetivos como: caixa, geração de renda e para evitar a depreciação de capital no longo prazo.

     



    Veja abaixo as opções de Títulos Federais que você pode adquirir:
     

    tipos de títulos públicos rentabilidade características
    Tesouro Selic(LTF)[tooltip4] SELIC Juros + principal no vencimento
    Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais (NTN-B) [tooltip1] IPCA + Juros [tooltip2] Juros semestrais e o principal no vencimento
    Tesouro IPCA+ (NTN-B PRINCIPAL) [tooltip3] IPCA + Juros Juros + principal no vencimento
    Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F) [tooltip5] Juros predefinidos Juros semestrais e o principal no vencimento
    Tesouro Prefixado (LTN) [tooltip6] Juros predefinidos Juros + principal no vencimento


    Como posso negociar?  

     

    Você pode negociar Títulos Públicos de duas maneiras. Uma delas é através do sistema do Tesouro Direto, o qual necessita prévio cadastro. Uma vez cadastrado, você poderá acessar o Tesouro Direto no próprio site ou através do XP Pro, plataforma de negociação da XP. Isto é possível porque a XP possui um canal direto com o Tesouro Direto, permitindo aos clientes comprar ou vender Títulos Públicos com rapidez, segurança e facilidade. Se preferir, você pode negociar Títulos Públicos no mercado secundário diretamente na nossa Plataforma de Renda Fixa. Mais detalhes sobre essas duas formas de negociar títulos públicos são encontrados na tabela abaixo.

     


    Veja abaixo as principais características de cada plataforma:
     

     

     

      Tesouro Direto Plataforma de Renda Fixa
    QUANTIDADE MÍNIMA 1% de 1 título (fração mínima) 1 Título
    LIQUIDEZ Vendas todos os dias* Vendas todos os dias úteis
    AGENDAMENTO E REINVESTIMENTO AUTOMÁTICO Disponível Não Disponível
    OPERE VIA XP Pro ou site do Tesouro Direto Assessor ou portal XP

     

    Fonte: https://www.tesouro.fazenda.gov.br/ver-todas-perguntas-tesouro-direto

    *Em caso de venda durante o final de semana ou feriado, a liquidação será no dia útil subsequente.

     

    TRATA-SE DE UMA MODALIDADE DE INVESTIMENTO QUE NÃO CONTA COM A GARANTIA DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC

     

     

  • LC
  • Títulos Privados

    LETRA DE CRÉDITO – Letra de Câmbio

     

    Instrumento de captação das financeiras, com o objetivo de financiar suas atividades. Você empresta dinheiro às financeiras em troca de uma rentabilidade preestabelecida.



    Características

    • Geralmente é indexado ao DI;
    • Aplicação garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos ( FGC) para valores até R$250 mil*, por CPF ou CNPJ, por instituição ou conglomerado financeiro;
    • Baixa liquidez;
    • Produto registrado na CETIP em nome do cliente (CPF/CNPJ).

    * cobertura engloba principal e juros.

    Mais de 80 opções com taxas e rentabilidades competitivas.
    Diversas delas garantidas pelo FGC.


    Importante: CRI e Debêntures não contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil. Os riscos da operação com títulos de renda fixa estão na capacidade de o emissor (governo, em se tratando de títulos públicos, empresa ou instituições financeiras, em se tratando de títulos privados) honrar a dívida (risco de crédito); na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo (risco de liquidez); e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores (risco de mercado). Em se tratando de título privado, o risco de mercado inclui, ainda, o chamado prêmio do risco, que é aquele inerente à capacidade de pagamento da emissora do título. Muito importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Para informações e dúvidas sobre produtos, contate seu assessor. Para reclamações, contate nossa ouvidoria no telefone 0800 722 3710.

    XP na Rede_

    • Bovespa
    • Toda comunicação através de rede mundial de computares está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

      Consulta de fatos relevantes nos últimos 5(cinco) dias úteis

    • Anbima
    • Anbima
    • Cetip
    • Execution Broker
    • Retail Broker
    • Agro Broker

    *ESTA INSTITUIÇÃO É ADERENTE AO CÓDIGO ANBIMA DE REGULAÇÃO E MELHORES PRÁTICAS PARA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO DE PRODUTOS DE INVESTIMENTO NO VAREJO